Feminista em silêncio no 8 de Março

.
Meu silêncio neste espaço ontem, Dia Internacional da Mulher, deve ter causado estranheza e talvez até decepção. Também eu estranhei e me decepcionei. Mil ideias, mil imagens, vários textos inacabados e uma angústia por não conseguir concluir um post sequer que passasse o meu sentimento neste dia.
O fato é que tive o pior 8 de Março para uma feminista. Meu dia foi de angústia, sufoco, dupla jornada e vários estresses. A começar pelos malditos parabéns e rosas que tanto tentei evitar através do tuíter e do texto “Dispenso esta rosa!” de Marjorie Rodrigues, socializado por imeiu com alguns amigos.
Terminei o dia maldizendo minha condição de mulher e com o maldito “complexo de cinderela“. Nunca desejei tanto ter alguém que cuide das coisas mais complicadas e resolva os problemas pra mim. Acho que por alguns dias ele permanecerá comigo: o desejo de ser “salva”. Quer pesadelo pior para uma feminista?
Bem, poderia ser pior. Eu poderia querer ser salva por um homem, na forma de um príncipe ou qualquer coisa parecida. Não, não se preocupem que meu caso não é tão grave. Estou aceitando salvamento de qualquer pessoa, independente de sexo, idade, raça ou orientação sexual. Aliás, quero deixar claro que não tem nenhuma conotação sexual nesse desejo de salvamento. É apenas a sensação de fracasso no comando da própria vida e na chefia de tudo.
Sei que o complexo de cinderela é passageiro. Logo recuperarei a consciência crítica e senso do ridículo e voltarei feliz da vida para todos os campos de batalha onde atuo. Até lá, alguém se candidata a me salvar?
.
Anúncios

Sobre Niara de Oliveira

ardida como pimenta com limão! marginal, chaaaaaaata, comunista, libertária, biscate feminista, amante do cinema, "meio intelectual meio de esquerda", xavante, mãe do Calvin, gaúcha de Satolep, avulsa no mundo. Ver todos os artigos de Niara de Oliveira

2 respostas para “Feminista em silêncio no 8 de Março

  • Mariani Lima

    Olá!

    É a primeira vez que visito o seu site, li esse post da Marjorie e também o da Lola…
    Também sou feminista e fiquei chateada ontem, gostaria de ter sido surpreendida, mas as pessoas continuam com as mesmas atitudes clichês de sempre. (e às vezes as pessoas nem falam por mal, é meio automático, sem perceber)

    Acho que tod@s passamos por esse “complexo de cinderela” em alguma fase da vida, às veze até mais de uma vez…
    Seria bom se aparecesse uma “fada madrinha” e PUF! tudo voltaria ao seus eixos novamente…

    Enfim, espero que isso passe (depois da meia-noite? rs).

    =]

  • Fernanda

    Caduquice nada, estas tua “mal”, “ben”dita lucidez que mata!Neste mundo de alienação permissiva causa estranheza às vezes, mas não desta vez…eu vejo só um cansaço muito grande…e compreendo!Eu também ( mas sempre fui “meio-mulézinha”, rsrsrs)tenho desejado ardentemente ser salvas deste turbilhão de esforços que se tornou a vida.Sabes que sou sempre a candidatas número um para o teu resgate,só que a minha própria carga só me permite por agora uma escapada de dia inteiro para conversar e comer uns chocolates.É bem pouco,mas é o que dispomos, com todo amor e muita vontade de proporcionar um “salvamento”, mesmo que temporário como esta tua baixa de energia!Sexta é o dia! Vou te esperar!Meu aniversário…cruzes, guria, já são 37…salve-me quem puder!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: