Arquivo da tag: cuba

A última lua de 2009, em Cuba

Yoani Sánchez
Generación Y

Ontem, corri do bairro da Colina até em casa para chegar a tempo de filmar o por do sol e publicá-lo em meu blog. Mas o último círculo de fogo de 2009 estava sendo cercado por nuvens e impossível de ser gravado na câmera. Um pouco frustrada, olhei para nordeste e uma lua espetacular, rosa, ao lado da coluna de fumaça da refinaria Lopez Nico. Luz ao lado da sujeira, próximo ao anel de prata das chamas geradas pela combustão do petróleo.
Deixarei, junto deste texto, algumas imagens da lua que brilhou em sua plenitude. Também joguei o tradicional balde de água a meia noite da minha varanda, num ato de limpeza anual para remover tudo o que nos impede de avançar como nação. Esta manhã, o primeiro sol de 2010 secou as poças que se formaram dos jatos d’água caídos dos edifícios próximos. Soou como uma catarata plural, múltipla, e espalhava os despachos que vinham de cada casa. Num só pensamento, milhões de cubanos: “O que está errado, que vá”.

O original está postado no blog Generación Y, de Yoani Sánchez.


Liberdade de expressão e os Y’s cubanos

.

Ultimamente o tema liberdade de expressão tem estado presente de diversas formas e em diversos momentos, sempre acompanhado da intolerância quase como o feijão está para o arroz.

Em qualquer discussão onde se invoque o direito à livre expressão, há sempre o contra-argumento implícito, nas entrelinhas, sobre a qualidade, teor do que será expressado. Ou seja, dependendo do que se tem a dizer, pode ou não ter o direito de manifestar-se. Parece absurdo, mas é mais comum do que eu mesma imaginava e gostaria que fosse.

Não sou sou ingênua a ponto de querer dar voz, pelo menos no meu espaço, para aqueles que já tem mais voz do que a maioria. Isso é uma opção. Ao mesmo tempo, é minha obrigação profissional, mesmo com viés ideológico – e todos nós temos esse viés, até mesmo os que juram não ter -, de mostrar, no mínimo, dois lados de uma situação. Senão para ser justa – humanamente impossível de conseguir o tempo todo, mesmo sendo vigilante -, mas pelo menos para situar melhor as pessoas que frequentam esse espaço e me dão ouvidos.

Recentemente reproduzi uma reportagem da BBC Brasil sobre a blogueira cubana Yoani Sánchez, quando da entrevista concedida a ela por Barak Obama. Ao final comentei que no Twitter seguia a ela, Yoani, e também a Yohandry Fontana, jornalista e médico cubano defensor da revolução.

Como o debate entre os Y’s é realmente interessante, ocorreu-me a ideia de entrevistá-los sobre a atual situação de Cuba, suas visões políticas e os rumos futuros da ilha – mais ou menos como a própria Yoani fez quando  mandou sete perguntas iguais a Obama e a Raúl Castro. Yohandry Fontana já aceitou responder minhas perguntas e continuo aguardando a resposta de Yoani Sánchez.

Como prévia à entrevista que pretendo fazer em breve com os Y’s cubanos deixo dois artigos. Um de Frei Betto, evidenciando o que ele chama de contradições de Yoani, e outro de Leandro Beguoci, publicado no site de Marcos Rolim, evidenciando por sua vez as contradições de Frei Betto a respeito da blogueira cubana. Os dois textos, muito bem escritos, expressam claramente as duas vertentes da blogosfera sobre Cuba, Yoani e essa tal liberdade de expressão.

Boa leitura e aguardem as entrevistas.

.
.
Frei Betto, Yoani Sánchez e o Copyright, por Leandro Beguoci (site de Marcos Rolim)
.