Panquecas malignas

O segredo dessa receita de panquecas não está no recheio e sim na massa. O recheio, vou deixar duas dicas, mas pode ser ao gosto do freguês — ou melhor, do comilão/comilona.

Nunca tenho as medidas exatas e para quem não está acostumado/a a cozinhar pode ser muito chato, mas veja por outro lado. Se não tiveres em casa a quantidade exata que diz a receita não te sentirás impedido de fazê-la. Neáh?

Se fores cozinhar para duas pessoas coloque mais ou menos meio litro de leite no liquidificador (qualquer leite, pode ser também de soja), dois ovos (para quem é vegano, elimine os ovos da receita e reze para dar certo porque eu nunca testei), farinha de trigo (pode substituir pela orgânica), sal à gosto ou uma colher de chá cheia, um pouco de queijo parmesão ralado (aquela sobra da geladeira ou até 25gr.) Atenção aqui: muito queijo ralado vai pesar demais no sabor e deixar as panquecas muito mole na hora de enrolá-las ainda quente ou ainda grudar tudo na frigideira.

Para os veganos, que não usarão queijo ralado, sugiro usar algum tempero de sua preferência para dar um toque especial no sabor, que pode ser um pouco de espinafre ou cenoura cozidos.

Depois de bater, verifique a consistência. Não pode estar nem muito grossa e nem muito fina. Que ponto é esse? Se vire. Demorei também para aprender e chegar ao ponto da massa que eu gostava mais. Aí é só ir colocando um fio de óleo ou azeite numa frigideira antiaderente, deixá-la aquecer bem sem (queimar o óleo) e despejar uma concha cheia de massa. Tem que distribuir a massa igualmente por todo o fundo da frigideira, deixe dourar um lado e com uma espátula de silicone vire e deixe dourar o outro lado (o tempo do segundo lado é metade do primeiro, porque a massa já estará seca). Vá colocando as massas de panqueca fritas num prato raso e repita a operação até acabar a massa crua.

Se o recheio for mais elaborado, precisa ser preparado antes da massa. Essa receita foi feita com frango assado desfiado e refogado com muita cebola, pimentão, tomate cortados em tiras, sal, pimenta, alho amassado, um pouco de molho de mostarda e muito óregano. Enrole as panquecas com uma colherada generosa de recheio e vá acomodando no prato onde será servido. Misture um pouco do recheio com muito creme de leite e jogue por cima das panquecas e ainda dê um toque com um molho verde (surrupiado de um boteco de sanduíches de Ovorizonte na calada da noite que, suspeitamos, seja feito de um pouco de maionese, creme de leite, salsa e cebolinha e pepino fresco).

Alternativa de recheio 1) é queijo mussarela enrolado com óregano e depois enrolado na massa da panqueca com molho feito de queijo mussarela e parmesão batido com creme de leite (precisa gratinar um pouquinho antes de servir) e; 2) palmito temperado com salsa e cebolinha com molho de ervas.

panquecas malignas com molho de frango e creme de leite e mais o molho verde

.

Se preferir sirva com arroz branco ou integral e a salada de sua preferência.

Fotos (celular) da provadora oficial das panquecas, Renata Lima.

.

Anúncios

Sobre Niara de Oliveira

ardida como pimenta com limão! marginal, chaaaaaaata, comunista, libertária, biscate feminista, amante do cinema, "meio intelectual meio de esquerda", xavante, mãe do Calvin, gaúcha de Satolep, avulsa no mundo. Ver todos os artigos de Niara de Oliveira

6 respostas para “Panquecas malignas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: