Ataque covarde de Israel à frota de apoio humanitário a Gaza

Ativistas antes de partir com 10 mil toneladas de suprimentos à Palestina.

Domingo à noite, 30/05, por volta de 20h, li no Blog do Tsavkko sobre a frota de navios turcos com ajuda humanitária para Gaza que se aproximava de Israel. A “Flotilla” – composta de oito navios, 750 ativistas de 60 nacionalidades diferentes e 10 mil toneladas de suprimentos – tentaria furar o bloqueio criminoso israelense a Faixa de Gaza.

Esse primeiro post já trazia o link para o acompanhamento da Flotilla via satélite em tempo real e a notícia que a tripulação vestia coletes salva-vidas temendo um possível bombardeio israelense. Pois o ataque aconteceu por volta das 23h, não por bombas mas à tiros. Durante toda a madrugada o assunto dominou o tuíter, pelo menos entre as pessoas que acompanho – defensores dos Direitos Humanos e do povo palestino.
Passam das 7h da manhã dessa segunda-feira e as notícias (conflitantes ainda) falam em torno de 16 mortos, mais de 50 feridos e alguns desaparecidos. Mais notícias acompanhe pela hastag #Flotilla.
Antes das 2h da manhã, o portal G1 já trazia a notícia com a defesa de Israel que, em mais um acesso de bipolaridade e confusão de identidade, atribui o ataque a “terroristas” do Hamas além de já ter “achado milagrosamente” armas num frota humanitária. Ativistas espanhóis reclamam que o ataque teria acontecido em águas internacionais, onde Israel não tem jurisdição. É um incidente diplomático grave. Vamos ver como os países dos ativistas mortos e feridos reagem, além da Turquia, bandeira oficial da Flotilla. Veja também a cobertura, com imagens do ataque, da BBC Brasil. Abaixo, imagens do ataque:
.
.
O fato é que Israel tudo pode e tudo faz, sem represálias ou condenações. Se fosse um ataque a um navio israelense, mesmo sem vítimas, o assunto seria capa dos principais jornais do mundo – exatamente como já abordei aqui sobre a relação da imprensa com o conflito Palestina x Israel (A mídia nazista do séc. XXI).
Aguardo esperançosa pelas represálias à Israel dos países com um mínimo de sensatez e respeito aos Direitos Humanos e Direito Internacional.  Espero que a ajuda humanitária chegue a Gaza e o sacrifício desses ativistas não tenha sido em vão. Diversos protestos mundo afora em frente as embaixadas israelenses estão sendo convocados. Vamos acompanhar.
.
Cartunista Carlos Latuff deu seu recado mais uma vez em defesa do povo palestino e em protesto à Israel.
.
Atualização 19h: Número de mortos chegou a 19 e demais ativistas estão presos em porto israelense. Brasil condenou o ataque isralense e pediu, através do Itamaraty, ação forte da ONU contra Israel. Confira no site Opera Mundi, uma galeria de imagens com as reações ao redor do mundo após o ataque israelense.
.
Atualização 01/06, 16h: A ONU se reuniu em caráter de urgência para discutir o caso. Condenou o ato mas não tomou nenhuma nenhuma atitude contra Israel, que se prepara para impedir a passagem de mais um navio, e demonstra claramente que perdeu seu papel na manutenção da paz mundial e mediação de conflitos. Leia mais aqui.
À bordo da Flotilla da Liberdade havia 380 turcos, 38 gregos, 31 ingleses, 30 jordanianos, 28 argelinos e vários latinoamericanos, entre eles a cineasta brasileira Iara Lee. Ela está bem, mas permanece presa junto aos demais sobreviventes ao ataque israelense para interrogatório sem acusação formal.
.
Atualização 02/06, 4h15: Diante da pressão internacional e doméstica (inúmeros jornais israelenses condenaram decisão da Marinha de Israel de atacar a Flotilla da Liberdade), Israel anunciou há pouco que deportará todos os ativistas presos nas próximas horas.
.
Atualização 02/06, 7h30: Grupo de 123 ativistas do Flotilla da Liberdade deportados de Israel chegaram à Jordânia. Informes da madrugada falam na deportação de 250 ativistas apenas. E os outros 400 ficarão presos? Sob que acusação?
.
Atualização 02/06, 16h45: Logo depois das 8h da manhã (horário de Brasília), Israel anunciou levar TODOS os ativistas a serem deportados ao aeroporto de Ben Gurion, perto de Tel Aviv. Se referia aos 634 ativistas detidos desde a madrugada de segunda-feira. Às 14h, os aviões turcos ainda não tinham decolado por falta de 25 ativistas.
.
Atualização 02/06, 16h50: Partiu há poucos minutos, do aeroporto de Ben Gurion, o primeiro avião turco com ativistas feridos da Flotilla da Liberdade rumo à Turquia.
.
Atualização 02/06, 17h15: Israel avisou ontem que usaria “mais força” para impedir a passagem de outro navio de ajuda humanitária à Gaza. O navio irlandês, se atrasou algumas horas da Flotilla da Liberdade por problemas logísticos em outro porto. Hoje à tarde, a Irlanda ameaçou Israel, caso seu barco seja atacado.
.
Atualização 02/06, 17h45: O presidente do Egito, Hosni Mubarak, ordenou ontem, 01/06, a abertura da passagem de Rafah, única entrada da Faixa de Gaza que não é controlada por Israel, permitindo a entrada de ajuda humanitária e a saída de doentes do território palestino.
.
Atualização 02/06, 19h35: Partiu de Israel, voo turco com os corpos dos ativistas assassinados pela marinha israelense no ataque à Flotilla da Liberdade, na madrugada de 31 de maio. Estima-se que pelo menos quatro dos pacifistas mortos eram turcos. Os demais feridos já tinham desembarcado em Ankara algumas horas antes.
..
Atualização 02/06, 20h: A ativista judia Hedy Epstein, que escapou de Auschwitz, pretende embarcar no barco irlandês que está se dirigindo a Gaza para tentar furar o bloqueio israelense. À bordo estão dez ativistas irlandeses, entre eles o prêmio Nobel da Paz Mairead Maguire. Hedy Epstein, de 85 anos, fez greve de fome no final de dezembro de 2009 pela abertura da fronteira de Rafah, entre o Egipto e Gaza, fechada desde meados de 2007 e que só abre ocasionalmente por razões humanitárias, como a autorizada ontem pelo presidente egípcio.
.
Atualização 02/06, 22h30: Todos os 634 ativistas desembarcaram em Istambul, Turquia, agora à noite. Entre eles a cineasta brasileira Iara Lee e o jornalista espanhol David Segarra, correspondente da TeleSUR que desmentiu a presença de armas à bordo da Flotilla. Desembarcaram também os corpos dos nove ativistas assassinados e em torno de 50 feridos, que chegaram em aviões hospitais. Jornalistas australianos relatam abusos sofridos.
.
Atualização 03/06, 5h45: Confirmados os nove mortos, legistas da Turquia concluíram que todos eram cidadãos turcos e morreram em decorrência de tiros que levaram. Há notícias de que mais dois navios, além do irlandês, partiram com ajuda humanitária em direção à Gaza.
.
Mais informações sobre a Flotilla da Liberdade e o bloqueio israelense à Gaza, acompanhe pelo site da TeleSUR.
.
Anúncios

Sobre Niara de Oliveira

ardida como pimenta com limão! marginal, chaaaaaaata, comunista, libertária, biscate feminista, amante do cinema, "meio intelectual meio de esquerda", xavante, mãe do Calvin, gaúcha de Satolep, avulsa no mundo. Ver todos os artigos de Niara de Oliveira

9 respostas para “Ataque covarde de Israel à frota de apoio humanitário a Gaza

  • Laberio

    Está mais do que claro que o objetivo de Israel é a completa apropriação de todo o território palestino e o extermínio ou dispersão dos árabes residentes nele.

    Esse não é um fato que só pôde ser notado agora. Há mais de 60 anos, durante a votação para a criação do Estado de Israel, não obstante toda a pressão feita pelos EUA, a Inglaterra se absteve em voltar porque sabia, depois de décadas ocupando e administrando o território palestino, que criar um Estado para judeus sionistas não seria uma das coisas mais inteligentes a se fazer.

  • Niara de Oliveira

    Bruno Maia, sinto muito mas não dá para liberar teu comentário. Diga as mesmas coisas de outra forma (sem palavrões e xingamentos) e eu autorizo. Problema não é com o conteúdo – opinião cada um tem a sua -, é com a forma que o expressas. Ok? Abraço.

  • Sebastião Marques

    É incrível como a mídia internacional é tendenciosa. Israel não pode se defender. Deve aceitar calada todos os ataques, caso contrário, é considerada autoritária e “nazista”!! Que vergonha!!
    .
    Eis aqui A verdade sobre o “ataque” de Israel contra os navios da “frota humanitária”. Isso não aparece na TV, nem nos jornais: http://delrei.wordpress.com/2010/06/01/a-verdade-sobre-o-ataque-de-israel-contra-os-navios-da-frota-humanitaria-isso-nao-aparece-na-tv-nem-nos-jornais/
    .
    É muito fácil jogar pedras nos outros. Difícil é ser honesto e fazer alguma coisa de útil pelo seu país e pelo necessitado que está ao seu lado.
    .
    Abraços,

  • Raphael Tsavkko

    Sebastião, tu defendes o atraso, defendes uma piada. Nem vale responder. Suas idéias o denunciam, não precisamos fazer anda que já fazes sozinho. Monarquista! Hahaha! Piada!

  • pedalante

    Sebastião,

    Troll e monarquista: bom motivo para ser criança!!!

    p.s utilizar o espaço daqui e dacolá pra promover seu blog…cada coisa.

  • God Save The Queen « Pedalante

    […] como um troll ocupar espaços nos blogs* para defender o ataque covarde de Israel a frota de apoio humanitário à Gaza é coisa […]

  • Sebastião Marques

    Êta turma preconceituosa! Depois eu que sou o “troll” e “criancinha”
    .
    Saiba que 70% dos 10 países mais democráticos do mundo são monarquias; 60% dos 10 mais honestos também são monarquias e 60% dos 10 com melhores desenvolvimento humano (saúde, educação, bem estar) também são monarquias. Isso tudo apesar das repúblicas serem maioria esmagadora. Não é coincidência. É resultado.
    .
    Em compensação, os mais corruptos, os mais ditatoriais e os mais atrasados são repúblicas. É estatístico. Aliás, estatísticamente, os melhores sistemas são: 1º lugar disparado: monarquia parlamentarista, 2º lugar: república parlamentarista, Lanterninha: república presidencialista. Todas as ditaduras brasileiras ocorreram no período republicano.
    .
    Eu sou monarquista porque não encontrei sistema político melhor. É o único sistema político que independe da “boa intenção” do chefe de Estado para funcionar como deve. Quanto mais egoísta e mesquinho o rei for, melhor. Qualidades essas que são a perdição para qualquer república (o Brasil é um exemplo). Os dados e referências estão aqui: http://delrei.wordpress.com/2008/12/08/veja-o-porque-defender-a-monarquia-no-brasil/
    .
    Lanço um desafio a você e a todos os republicanos. Descubra um jeito da república funcionar no Brasil sem apelar para utopias como “o bem de todos”, “conscientizar a todos” e todo esse falatório que não produz resultados. Eu não gosto de contos de fada em política. Mas, para quem gosta, recomendo os Irmãos Grimm.
    .
    EU MOSTRO FATOS. VOCÊ SÓ MOSTRA INSULTOS E PRECONCEITOS.
    .
    Criticar os outros e ridicularizar quem pensa diferente sempre é fácil. Difícil é fazer algo de útil pelo seu país e pelo necessitado que está perto.

  • Raphael Tsavkko

    Criança, meu caro, é quem precisa de uma babá ungida por deus (sic) para controlar as vidas dos pobres plebeus. Criança é quem precisa de meia dúzia de imbecis com títulos de nascimento pra fingir de líderes.

  • Alexander Peterson

    Esse não é um fato que só pôde ser notado agora. Há mais de 60 anos, durante a votação para a criação do Estado de Israel, não obstante toda a pressão feita pelos EUA, a Inglaterra se absteve em voltar porque sabia, depois de décadas ocupando e administrando o território palestino, que criar um Estado para judeus sionistas não seria uma das coisas mais inteligentes a se fazer.
    +1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: