Arruda, eu quero o meu panetone!

Sobre o mais recente escândalo de corrupção envolvendo o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM), não há muito o que dizer. Os vídeos que vazaram para a imprensa na noite de ontem são por demais contundentes. O DEM já declarou que a situação de Arruda é insustentável e antes mesmo de os vídeos virem a público, a OAB já declarava que pediria o impeachment do governador do DF. Restam as apostas sobre quantos dias Arruda conseguirá se manter em sua cadeira.

Obviamente que durante a noite e a madrugada foram muitas as piadas na blogosfera com a curiosa explicação do advogado do governador Arruda, sobre o destino do dinheiro da propina. Vamos combinar que panetone não foi uma ideia feliz.

O jornalista Ricardo Noblat, que postou em seu blog todos os vídeos divulgados ontem sobre o caso, escreveu um texto curto e direto – como a situação exige – fazendo as contas de quantos panetones poderiam ser comprados com o montante da propina flagrada em vídeo.

.
Blog do Noblat
.
Arruda, eu quero o meu panetone!
.
Calma, gente. Nada de tirar conclusões precipitadas.

José Geraldo Grossi, advogado do governador José Roberto Arruda (DEM), do Distrito Federal, alega que o dinheiro arrecadado para seu cliente por Durval Barbosa Rodrigues, secretário de Relações Institucionais, foi gasto com a compra de panetones destinados a saciar a fome de pessoas carentes.

A preços de hoje, no Supermercado Pão de Açúcar, o dinheiro arrecado por Durval juntos a caridosas empresas de Brasília, todas elas prestadoras de serviço ao governo, daria para comprar: 63.799 mini-panetones da marca Ana Maria Pullman com gotas de chocolate de 80 gramas cada um; ou 35.671 panetones com frutas da marca Tommy de 400 gramas cada um; ou 23.451 panetones com frutas da marca Qualitá de 500 gramas cada um.

Não daria para alimentar todos os pobres de Brasília.

Anúncios

Sobre Niara de Oliveira

ardida como pimenta com limão! marginal, chaaaaaaata, comunista, libertária, biscate feminista, amante do cinema, "meio intelectual meio de esquerda", xavante, mãe do Calvin, gaúcha de Satolep, avulsa no mundo. Ver todos os artigos de Niara de Oliveira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: