Blogueiros Progressistas: Democráticos e horizontais, pero no mucho!

Quando decidimos no Eblog participar do 2º BlogProg em BSB, fomos com a disposição de, além da contribuição óbvia na realização da mesa Mulheres na Blogosfera – que estava sem nomes até quinze dias antes do encontro e fatalmente seria cancelada –, participar de forma assertiva e colaborativa. Embora tenha “brincado” muito nas minhas redes nos dias que antecederam o encontro de que incendiaria/implodiria o BlogProg, fui com o espírito desarmado, disposta a conhecer e, quem sabe até, ser convencida de que o BlogProg não era tão ruim quanto nós da “extrema-esquerda-incendiária” pensávamos ser.

Avalio a presença do Eblog no BlogProg como extremamente positiva. Agora, quando criticarmos esse grupo de blogueiros governistas e “chapas brancas”, não poderão mais nos acusar de falar sem conhecimento de causa ou de não termos tentado participar e/ou contribuir. Minha atuação no 2º BlogProg foi crítica como é minha atuação no mundo, mas contribuí na discussão, mediei uma mesa, apresentei propostas e mesmo sendo um tanto quanto ogra, não fui ríspida e nem grosseira com ninguém. Já não posso dizer o mesmo do ministro Paulo Bernardo, que é muito elogiado pelos blogprog por sua paciência, mas, ao se referir aos meus questionamentos foi grosseiro, porque responder mesmo não respondeu. Mas deve fazer parte, né? Num evento promovido por blogueiros que apóiam o governo, com palestrantes do governo e financiado por estatais, certamente ele esperava um clima crítico calculado.
Abro um parênteses para a matéria da Folha de São Paulo sobre o 2º BlogProg:

‘Blogueiros progressistas’ pedem regulamentação da mídia

Uma carta redigida ao final do “II Encontro Nacional dos Blogueiros Progressistas” pede novo marco regulatório dos meios de comunicação (conjunto de leis e diretrizes que regulam o funcionamento do setor) e faz ataques à mídia.

O evento, que acaba neste domingo (19), em Brasília, contou com a presença de cerca de 400 pessoas que apoiaram o governo Lula e a eleição de Dilma Rousseff.

“A blogosfera consolidou-se como um espaço fundamental no cenário político brasileiro. É a blogosfera que tem garantido de fato maior pluralidade e diversidade informativas. Tem sido o contraponto às manipulações dos grupos tradicionais de comunicação, cujos interesses são contrários a liberdade de expressão no país”, diz trecho da carta aprovada hoje.

Os blogueiros pedem ainda a divulgação imediata do projeto redigido pelo então ministro Franklin Martins (Secretaria de Comunicação Social na gestão Lula). “Para que ele possa ser apreciado e debatido pela sociedade. Defendemos, por exemplo, que esse marco regulatório contemple o fim da propriedade cruzada dos meios de comunicação no Brasil.”

A abertura do evento, na última sexta-feira (17), contou com a participação de Lula e do ministro Paulo Bernardo (Comunicações), que adotaram o mesmo tom.

(…)

Hoje eles aprovaram que o III encontro acontecerá em maio de 2012, na Bahia. O evento deste ano foi patrocinado pela Petrobras, Fundação Banco do Brasil, Itaipu binacional e governo do Distrito Federal.

(19/06/2011, Maria Clara Cabral, Folha de S. Paulo — LEIA A MATÉRIA COMPLETA AQUI)

.

Foi isso. A Folha de São Paulo, embora grande imprensa e distorcedora de fatos como todos nós sabemos e criticamos, dessa vez – e justamente sobre os blogueiros progressistas, sempre tão atingidos e injustiçados – fez um retrato fiel do tal encontro. Fato, e não palavras, é que basta olhar os blogs organizadores, estruturadores, proponentes do encontro, os palestrantes e os patrocinadores para sabermos, politicamente, em que terreno estamos pisando.

Enquanto Lula falava era quase impossível circular pelo auditório

Sobre a presença do ex-presidente Lula no encontro, resumo da seguinte forma: O primeiro (?) presidente a conceder uma coletiva a blogueiros amigos foi ao encontro dos amigos blogueiros massagear o ego dos presentes para que estes amenizassem as críticas à coordenação nacional (isto é, seus amigos). Não há outra explicação. O presidente Lula não disse nada de novo, não fez nenhuma revelação secreta e apenas cutucou o seu ex-ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, agora ministro das Comunicações, que falaria logo depois.

Paulo Henrique Amorim, no sábado pela manhã, se referindo à presença de Lula entre os blogueiros, disse que “foi uma festa muito bonita, mas foi uma festa incompleta”, criticando o presidente Lula que tinha muito mais autoridade que o atual governo, e poderia ter deixado toda essa pauta de reivindicações da blogosfera sobre democratização da comunicação e lei dos meios de comunicação se não resolvida, pelo menos encaminhada.

jornalistas da grande imprensa saem correndo após Lula entrar na sala 'reservada' com alguns 'escolhidos'

Detalhe: Quando Lula se aproximava do encerramento de sua fala, discretamente, Renato Rovai encaminhava pela mão jornalistas “amigos” para a sala atrás da mesa, para onde o ex-presidente iria após terminar sua intervenção. Enquanto Lula falava para “poucos e bons”, os demais jornalistas da grande imprensa corriam para a saída para tentar registrar sua saída ou entrevista. (Eu mesma suprimi esta parte do texto, embora não retire uma linha, para ver se as atenções dos blogueiros progressistas se voltam para as críticas de fundo e não ao “detalhe”. Aqui a prova do “detalhe”.)

De todas as discussões do 2º BlogProg, a mais importante – sem dúvidas – foi “a luta por um novo marco regulatório da comunicação”, no sábado pela manhã com o professor Venício Lima, o jurista Fábio Konder Comparato e a deputada federal Luiza Erundina. Discussão nevrálgica para democratizar a comunicação e que precede todas as demais questões da pauta da blogosfera. Nessa mesa propus que o BlogProg chamasse uma blogagem coletiva ampla, de fôlego, sobre democratização da comunicação. A proposta não foi aprovada na plenária final. Assim como também não se aprovou a moção (queríamos mesmo é que fosse incluído na carta final) de luta pelo fortalecimento do Estado laico e a mesa LGBT enfrentou resistência. Blogosfera progressista? Não. É uma blogosfera governista que ainda não percebeu que é apenas uma gota no oceano da blogosfera. Não consegue e nem tem interesse em incluir blogueiros nerds, culturais, de arte, de cinema, animação, juventude e nem mesmo LGBTs ou feministas. Quanto mais a blogosfera anticapitalista. E aqui vale salientar o exemplo do Blogueiras Feministas que reúne em sua lista de discussão quase 400 mulheres e tem atualmente em torno de 60 colaboradoras que escrevem periodicamente e vão promovendo uma nova forma de blogar, mais solidária, cumulativa, que amplia e incentiva a formação de novos blogs.

Mesa "a luta por um novo marco regulatório da comunicação" com Erundina, Comparato, Cris Rodrigues e Rogério Tomaz Jr. (mediadores) e Venício Lima

O 3º BlogProg será em maio de 2012 em Salvador, Bahia. O lobby do governo baiano nessa edição do blogprog foi simplesmente insuperável e já sabemos que o viés político continuará sendo governista. Pelo menos teremos as mesas LGBT e mulheres, mesmo já sabendo que não fazem parte da macrodiscussão “progressista”.

Por fim, gostaria de salientar um detalhe estranho. Até a véspera do 2º BlogProg Brasília, a coordenação passava a ideia de que estava muito complicado financiar a estrutura toda do encontro e essa foi a desculpa para não ter uma creche no encontro. Eis que na avaliação de um dos coordenadores gerais, Renato Rovai, surge um excedente de R$ 180 mil reais (essa prestação de contas, me  informaram, foi feita na plenária final do 2º BlogProg). Eu vi mulheres que participaram precariamente do encontro porque precisaram levar seus filhos (afinal, era um final de semana) para o BlogProg e outras que deixaram de participar pelo mesmo motivo. Tomar a decisão política de não organizar creche num encontro nacional em pleno 2011 é igual a desprezar a contribuição das mulheres.

Sempre que ouço falar em blogosfera progressista fatalmente associo a blogueiros em sua amplíssima maioria homens, héteros, brancos, apoiadores desse governo pseudoesquerda do PT-PMDB-e-mais-tudo-que-couber-num-mesmo-saco e excludentes.

O Eblog é claro em suas posições: Somos anticapitalistas, antimachistas e antihomofóbicos. Queremos uma blogosfera solidária, ampla, inclusiva, combatente e crítica.

.
Nota: O Eblog está assumindo a convocação da blogagem coletiva pela democratização da comunicação.

Nota 2: O blogueiro Eduardo Guimarães — assim como o Sérgio Amadeu e o Marcelo Branco também cobraram de forma mais incisiva uma postura do governo — fez duras críticas ao ministro Paulo Bernardo e foi tratado com a mesma rispidez e desconsideração que eu. Mas é fato que os elogios a minha intervenção que o Edu cita nos seus comentários nesse mesmo texto publicado no Diário Liberdade desde a semana passada, devem ter ficado apenas nos comentários verbais, porque não li isso em lugar algum da blogosfera. Senão, cadê? No mais foi tudo dentro do clima crítico previamente calculado e nem a posição crítica de alguns blogueiros foi capaz de alterar o tom governista do blogprog.

About these ads

Sobre Niara de Oliveira

Ardida como pimenta com limão! Jornalista marginal, chaaaaaaata, comunista, libertária, biscate feminista, amante do cinema, "meio intelectual meio de esquerda", xavante, mãe do Calvin, gaúcha de Satolep, avulsa no mundo. Ver todos os artigos de Niara de Oliveira

6 responses to “Blogueiros Progressistas: Democráticos e horizontais, pero no mucho!

  • Gilson Moura Henrique Junior

    Perfeito, como o outro, e o adendo melhor ainda sore financiamento e outros adendos.

  • JOSÉ MARCIO TAVARES

    Esse Renato Rovai não é flor que se cheire.

  • Fabricio Kc

    Niara,
    O BlogProg não cumpre o objetivo de “imprensa livre”: estruturalmente, patrocínio estatal com sobra e presença de figurões do governo para “palestras” denuncia, sim, um acordo.

    O fato de 2 ou 3 blogueiros terem criticado um ministro (por razões tais que criticar não bastaria, mas sim assumir uma postura ativista articulada – e pacífica, claro rs) não torna o evento “livre”. O BlogProg é uma boa ideia – natimorta!

    Não duvido dos governistas que defenderam que o evento teve seus bons momentos e também sua importância – creio que teve sim. Mas considerando o que o evento deveria representar – informação livre e contraponto ao chamado PIG – é muito pouco.

    Mas a infoesfera tem das suas! Isso tudo é um momento, apenas. Movimentos verdadeiramente livres já estão surgindo. O BlogProg já se institucionaliza junto a estatais e governo – uma marca!

    Mas o próprio público dos blogueiros progressistas é informado e é precisamente aquele que questiona o jogo de interesses por trás da informação. Logo, essa marca não cola, nem com toda grana, com toda gana, com toda lama, nem com apoio de superstars da política nacional…

  • Niara de Oliveira

    Jose, até o Rovai me chamar de mentirosa e leviana hoje à tarde — numa tática de me desqualificar para não responder as críticas de fundo que faço — eu o respeitava muito. Ainda o tenho na conta de um jornalista sério. Erros todos nós cometemos e espero sinceramente que as ofensas dele hoje sejam apenas um erro dele. No mais prefiro debater ideias e projetos. As lutas desse nosso mundo tão injusto são imensas para nos atermos a detalhes menores. Sigamos em frente!

  • Niara de Oliveira

    Concordo, Fabrício.
    Espero que a própria dinâmica da blogosfera (toda ela e não apenas essa ínfima parcela que fala monotematicamente de política) e seus movimentos sepulte de vez essa “marca”.
    Peleguismo é nocivo e nojento. Na blogosfera consegue ser ainda pior. Essa estratégia de cooptação vai acabar se voltando contra os governistas. A internet se constituiu anarquicamente e assim se mantém. Não há espaço para esse jogo de cartas marcadas e decisões prévias de bastidores privilegiados.

  • Juliano B.

    Sempre achei esse instituto “blogprog” uma coisa sem razão de ser. Primeiramente, quem diz o que é/quem é “progressista”? Inclusive, neste sentido, gostei da sua crítica acerca das dificuldades da participação das mulheres.
    A internet tem de tudo, não dá pra pegar essa meia dúzia de lambe botas aí e dizer que eles representam alguma voz “democrática”, ou o que quer que seja.
    Me parece mais uma estratégia simbólica de enfrentamento às mídias empresarias (a “grande” mídia), nada muito além.

    Quero compartilhar uma anedota acerca deste ministro das comunicações.

    Ano passado, como todos sabem, ele era Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão. Ano passado também, como poucos ficaram sabendo, a UnB – Universidade de Brasília – enfrentou a maior greve de sua história, pela ameaça do governo federal de cortar uma parcela do salário – a tal URP (26% do salário) – que havia sido instituída no começo dos anos 90 como reposição da perda inflacionária da década anterior. Essa URP incide sobre professores e servidores. Em determinado momento da luta dos sindicatos pelo não-corte da parcela, nos aparece este senhor Paulo Bernardo (reiterando, Ministro do MPOG, o qual queria cortar a tal parcela) afirmando que a URP era uma “liberalidade descabida”, algo assim. Lembrando que o salário dos servidores da educação são os mais baixos de todo o serviço público. Na UnB, cargos para engenheiros graduados não passam dos 2.000, enquanto cargos de nível médio no judiciário, por exemplo, ultrapassam e muito este valor.
    Se fosse usada alguma lógica justa para analisar este senhor Paulo Bernardo por parte desta blogosfera lúcida e “progressista”, perceber-se-ia que dele não há o que se esperar.
    Outro fato que quase passou despercebido: Um dos programas da Dilma na propaganda eleitoral gratuita do ano passado, sobre o tema da educação, foi gravado dentro da biblioteca da UnB, na época, fechada por causa da greve!!! Não podiamos usá-la para estudo mas o governo podia usá-la para propaganda.

    Enfim, imoralidades infindas. Não há esperança para qualquer luta dos trabalhadores neste governo.

    Falo demais,
    Juliano Berquó.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 85 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: