Da filha de Olga Benario para Lula

A carta abaixo invalida o argumento de que os casos de Olga Benario e Cesare Battisti não tem nada em comum

——————————————————————-

Exmo. Sr. Presidente da República
Luiz Inácio Lula da Silva

Anita Leocádia Prestes é professora do Departamento de História da UFRJ

.
Na qualidade de filha de Olga Benario Prestes, extraditada pelo Governo Vargas para a Alemanha nazista, para ser sacrificada numa câmera de gás, sinto-me no dever de subscrever a carta escrita pelo Sr. Carlos Lungarzo da Anistia Internacional (em anexo), na certeza de que seu compromisso com a defesa dos direitos humanos não permitirá que seja cometido pelo Brasil o crime de entregar Cesare Battisti a um destino semelhante ao vivido por minha mãe e minha família.
.
Atenciosamente,
.
Anita Leocádia Prestes
———————————————————————–
.
Leia AQUI a carta a que Anita se refere, de Carlos Alberto Lungarzo, da Anistia Internacional – no Portal Luis Nassif.
.
About these ads

Sobre Niara de Oliveira

Ardida como pimenta com limão! Jornalista marginal, chaaaaaaata, comunista, libertária, biscate feminista, amante do cinema, "meio intelectual meio de esquerda", xavante, mãe do Calvin, gaúcha de Satolep, avulsa no mundo. Ver todos os artigos de Niara de Oliveira

15 respostas para “Da filha de Olga Benario para Lula

  • SUELISOARES

    OLGA BENARIO QUE MULHER VALENTE,INFELIZ FOI AQUELE QUE A MANDOU PRA MORTE AINDA HHOJE PRECISAMOS DE PESSOAS IGUAIS A ELA.

  • janayna

    Assisti o filme de Olga Prestes, e me emocionei muito, pois mulher igual ela é dificil de existir. E fico muito feliz de conhecer um pouco da historia da filha dela e saber que a sua filha seguiu seus passos.

  • lucia

    Acabei de ler o livro Olga de Fernando Morais, sinto em extase pela historia de Olga, senti no fundo do meu coraçao a revolta, por tudo que ela passou, e chego a sentir vergonha do Brasil daquela epoca…Sei que muita coisa nao mudou, mas mas como Olga e Brasileira nao desistirei jamais…

  • lucia

    continuando….. Assim que terminei de ler o livro Olga, corrir para o computator em busca de noticias de Anita Prestes, e como disse a Janayna, fico feliz de saber que vc relamente segui os passos da mae, Olga para min vc e agora eterna.

  • WAGNER

    LI O LIVRO DO FERNANDO MORAES.TENHO UM GRANDE SONHO DE CONHECER A FILHA DO SAU DOSO PRESTE E DA GUERREIRA OLGA.

  • Rosa

    O caso do italiano Battisti é totalmente diferente do caso da Olga Benário. Esta foi uma idealista que perdeu sua vida por seus ideais e por ter nascido judia. Aquele é um facínora procurado tanto pela polícia civil quanto pela política no seu país, a Itália. – Quando Getúlio entregou Olga para Hitler, sabia bem que ela era judia e comunista, e foi por isto que a deu como presente para o seu amiguinho nazista. Lula fez o mesmo com os boxeadores cubanos, entregou-os de volta a Cuba, sabendo bem como eles seriam perseguidos no regime cubano por ordens diretas do chefe deles, o Fidel. E a professora Leocádia não diz nada sobre isto, por que será? Sinto muito, mas fazer um paralelo entre Olga Benário e Battisti é ofender a memória de uma idealista, sacrificada no Holocausto pelas mãos de um brasileiro.

  • Sergio Ribeiro

    A propósito de Luiz Carlos Prestes e Olga Benário, gostaria muito que se comentasse sobre o “julgamento” e a “eliminação” de Elvira Cupelo Colonio, decididos pelo eminente casal. Como endeusar o inominável? Por que temos essa mania de transformar em ídolos pessoas tão falíveis e corruptíveis como qualquer um de nós? Era uma vez Elvira (Elza), que amava Miranda, que amava Luis Carlos, que amava Olga, que amava o “partido”, que não amava ninguém.. Luis Carlos mandou matar Elvira. Getulio ajudou que matassem Olga. No final, Luis Carlos acabou amando Getúlio, em sua eleição. É…de fato, a raça humana é a pior de todo o reino animal, mas sem dúvida a mais fascinante.

  • César Ferreira Santos

    Olga Benário,

    Esse nome é sinônimo de força, de coragem, de ousadia e muita vontade de lutar em favor do direito de expressão que até então não existia, diante de um governo totalitário onde se governava através do populismo de Getúlio Vargas(década de 30), mas onde todos calaram por medo, ela falou, falou o que tinha de ser falado. Por isso a admiro imensamente, a minha vontade é ter vivido esta época para lutar com essa grande mulher e seu marido Luís Carlos Prestes.
    Não posso esquecer da então presidente Dilma Roussef, que possui uma historia parecida, mas isso alguns anos após Olga(década de 60), essa também merece a admiração e respeito do povo brasileiro.

  • carlos rodrigues

    conhecer a historia desta célebre mulher que sempre será um exemplo para humanidade que luta ainda hoje pelos mesmo ideais que lutou olga benario uma grande mulher

  • Monik Helen

    Estou realmente emocionada, assisti o filme e realmente é uma lição de vida. Me sinto envergonhada por ter o sangue de um país causador de uma grande injustiça como essa. Envergonhada por nascer em um país que fez milhares de famílias se separarem como a família de Anita.
    Olga, é um exemplo de mulher que vou ter para me espelhar. Não sei como expressar a ira de que fiquei de Getúlio e principalmente da mãe de Olga, e de todos os que contribuíram para esse fim.

  • maria helena gobi

    assisti o filme e me emocionei muito ao ver a cena de tirar -lhe a sua filha…. não tem perdão aqueles que parecia que…. o ser humano como a OLGA não tinha valor nenhum!!!!!!!meu DEUS ja faz muito tempo mas eu ainda me revolto com tanta crueldade que teve com essa MULHER….da ate vergonha de ser brasileira ..é muito triste o fim dessa mulher foi muito sofrimento…. fiquei muito revoltada com o getulio e outros …. que estão por ai ainda!!!!!!!!!!!!!

  • Ricardo Macario

    Comparar o regime democrático italiano com o regime nazista de Hitler é muita cara de pau. Cesare Battisti foi julgado pelo sistema judiciário de um país democrático. Na época de Hitler nem existia julgamentos. Se era judeu(ia) o destino era a cãmara de gás.

    A Itália não vive mais na época de Mussolini.

    Como nos sentiríamos, como nação, se um assassino sanguinário brasileiro (como Césare Battisti) fugisse para um país amigo e fosse preso e este país não quisesse devolvê-lo, mesmo ele tendo sido julgado pelo nosso sistema).

  • Niara de Oliveira

    A comparação não foi entre a Itália atual e a Alemanha nazista, mas do Estado brasileiro diante dos dois episódios.

  • Chris

    Quem disse que ele é um sanguinário? Ele foi condenado por quatro crimes que supostamente teria cometido em 1970, ele negou. A condenação foi a prisão perpetua. A julgar pelo o ano dos assassinatos e pelo fato dele ser um ex-militante podemos juntar as peças… Na guerra é matar ou morrer! Já não basta a vergonha dessa tal lei da anistia onde torturadores foram beneficiados, o Brasil tem de continuar colecionando vergonhas…

  • Leonice Melo

    Olga foi um soldado acima de tudo lutou por sua ideologia.Foi traída por sentimentos que jamais pensaria em viver num lugar parecido com o paraiso. Sua morte foi sendo orquestrada ao poucos.Prisioneira sem direitos ,num país absurdo, corrupto e conivente com um sistema de assassinos simpatizantes de um louco que planejava dominar o mundo porque possuía convicções de ser um ser superior.A mulher mãe que viveu as angustias da guerra travada por preconceito de um povo mestiço com alma de burgues europeu.Como entender esse país de pessoas que amam a liberdade,carnaval,nudez.e futebol.Governantes intolerantes facínoras e orgulhosos de suas injustiças.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 91 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: